Medico Anestesista Preso em Flagrante Video Completo

Medico Anestesista Preso em Flagrante Video Completo

Infosolution.biz – Enfermeiros e técnicos do Hospital da Mulher Heloneida Studart de Vilar dos Teles, em São João de Meriti, contaram à Polícia Civil como conseguiram filmar o anestesiologista Giovanni Quintella Bezerra ‘interpretando’ uma gestante durante uma cesariana na madrugada desta segunda-feira.

O médico foi pego em flagrante após ser filmado inserindo a haste na boca de um paciente anestesiado. O vídeo é uma evidência da prisão do anestesiologista Giovanni Bezerra. Ele foi acusado de ‘interpretar’ uma pessoa vulnerável, cujas sentenças variavam de 8 a 15 anos de prisão.

De acordo com o relato do profissional de saúde, o anestesiologista havia participado de outras duas cirurgias naquela noite e os colegas de trabalho já desconfiavam da postura de Giovanni. Entre as suspeitas estavam a forte dose de anestésico que aplicou na gestante e a preocupação excessiva com o local em que ela foi colocada durante o procedimento.

Uma das enfermeiras que trabalhou com Giovanni também revelou que notou movimentos estranhos do anestesista durante outra operação.

“Agora ele está de terno. Mas antes não. Então você pode ver seus movimentos”, acrescentou uma das enfermeiras ao explicar à polícia como ele estava se comportando.

Durante a entrega do jogo pela vítima, a testemunha também relatou que percebeu que o anestesiologista estava posicionado em direção ao pescoço e cabeça do paciente, e que fazia movimentos lentos, de vai-e-vem, e por causa da posição dos braços, parecia para segurar a cabeça do paciente em direção à sua área pélvica.

LEIA TAMBÉM :

READ ALSO:  Video de Aficionada de Tigres se Levanta la Playera Ayer Twitter Sin Censura

Daftar Isi

Crime de gravação de celular escondido

Crime de gravação de celular escondido

Segundo a enfermeira, o jogo de Giovanni foi gravado em um celular. Em imagens obtidas com exclusividade pelo RJ2, profissionais de saúde revelam como conseguiram desmascarar o agressor.

O vídeo foi filmado dentro do centro cirúrgico da Mulher Hospital Heloneida Studart. Segundo a enfermeira, o telefone foi colocado em um armário com porta de vidro escuro. Do lado de fora, era impossível ver o interior do local.

O dispositivo é apoiado em suas pernas, na parte superior do gabinete, levando até a mesa cirúrgica onde será feita a entrega. Com o gabinete fechado, é possível ver a mesa cirúrgica e todos os profissionais envolvidos na ação.

No entanto, a posição escolhida foi fundamental para poder filmar Giovanni realizando o jogo, pois o anestesista era o único da equipe em pé ao lado do rosto de uma gestante e com um pano que impedia a paciente de ver o próprio corpo. Esse mesmo pano também impede que a equipe médica veja a cabeça de uma pessoa na cama.

“É espantoso, muito condenável, muito grave que este tipo de crime tenha sido cometido por um profissional que lida com mulheres, que trabalha dentro de um hospital para mulheres”, disse a delegada responsável pelo caso, Bárbara Lomba.

A direção do hospital disse que vai abrir uma investigação interna para apurar relatos de brincadeiras durante uma cesariana realizada na unidade. O Conselho Médico do Rio de Janeiro (Cremerj) também foi notificado pela unidade de saúde.

READ ALSO:  Video da Natália Do BBB Portal Zacarias Twitter

Segundo registros emitidos pelo hospital, o médico não era funcionário público. Giovanni é especialista em anestesiologia, CRM regular e atua há seis meses como pessoa jurídica nos hospitais estaduais de Mãe, da Mulher e Getúlio Vargas.

A unidade de saúde está em articulação com a Polícia Civil para colaborar na investigação.

No vídeo de ação, o paciente está deitado em uma maca, inconsciente. Do lado esquerdo do lençol, a equipe cirúrgica do hospital iniciou uma cesariana. Enquanto isso, do lado direito do lençol, a menos de um metro dos colegas, Giovanni abriu o zíper da calça, tirou as hastes e as colocou na boca da grávida.

A violência durou 10 minutos. Enquanto brinca com uma mulher grávida, o anestesista tenta se movimentar um pouco para que ninguém na sala perceba. Quando ele termina, ele pega um lenço de papel e enxuga a vítima para esconder qualquer vestígio do crime.

A polícia vai agora tentar encontrar outras possíveis vítimas do anestesista.

LEIA TAMBÉM :

Anestesistas trabalham em pelo menos 10 hospitais

Anestesistas trabalham em pelo menos 10 hospitais

Giovanni Quintella Bezerra, 32, trabalha em pelo menos 10 hospitais públicos e privados do Rio de Janeiro. O médico se formou em 2017 pelo Centro Universitário de Volta Redonda (UniFOA), no Sul Fluminense, e concluiu sua especialidade em anestesia no início de abril.

Em vão, Giovanni postou uma foto com uma roupa de unidade de saúde e chegou a publicar “Você ainda vai ouvir falar de mim, espere”.

READ ALSO:  How to Check IP Address on Laptop & Mobile [Update 2022]

Em outro post, Giovanni admite fazer o que gosta: “Estou aqui para colher os frutos”.

O comportamento estranho do médico chamou a atenção das mulheres da equipe do Hospital da Mulher Heloneida Studart, em Vilar dos Teles. Eles começaram a se perguntar a quantidade de sedativo que o anestesista havia administrado e a maneira como ele se movia sob os lençóis que separavam a equipe.

Médicos ficam chocados ao receber um voto de prisão da delegação de Bárbara Lomba e descobrem que ela foi gravada interpretando uma paciente.

Entidade reage

Entidade reage

O Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio de Janeiro (Cremerj) abriu nesta segunda-feira (11) o processo de afastamento de Giovanni.

Clovis Bersot Munhoz, presidente do Cremerj, disse que “a cena não faz sentido”.

A defesa do anestesiologista disse que aguardava o acesso ao depoimento completo para se manifestar (veja notas completas abaixo).

A Sociedade de Anestesiologia do Estado do Rio de Janeiro (SAERJ) também manifestou seu repúdio às ações do médico.

“Este tipo de comportamento é completamente despropositado e estamos confiantes de que as autoridades competentes vão investigar o que realmente aconteceu e punir severamente o médico, se o crime for comprovado”.

LEIA TAMBÉM :

Registros de Defesa de Giovanni Quintella

Registros de Defesa de Giovanni Quintella

“A defesa alega que não obteve pleno acesso aos depoimentos e elementos probatórios produzidos durante a lavratura do mandado de prisão em flagrante. feito contra o anestesista Giovanni Quintella”.

Related posts

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *